Skip to content
28/06/2010 / Marcio Kohara

O preconceito

Uma coisa que não consigo entender é por que tem gente que fala tanto que a Lotus atual não tem nada a ver com a “Lotus de antigamente”. Bom, a Lotus foi fundada por Colin Chapman. Teve seus grandes momentos nas décadas de 60 e 70 -e teve o último suspiro na era Senna (entre 85 e 87). Depois disso, virou uma equipe pessimamente gerida, tanto que virou pó depois de abrir falência em 1994.

Os malaios compraram a marca Lotus. Primeiro, a Lotus Cars, fabricante dos lendários Elise e Exige, que agora é de propriedade da malaia Proton desde 1994. Agora, a Lotus Racing, que (res)surge com apoio de empresas e capital malaio, recolocando a tradicionalíssima marca de volta ao grid depois de 16 anos. tudo bem que surge sob a batuta de um sujeito que não tem lá muitos admiradores no grid, Mike Gascoine, mas está lá. Legal que alguém tenha se lembrado de um nome com história na categoria e não faça como os espanhóis que lançam uma equipe sem dinheiro nem nome.

Oras, a Lotus tem apoio da família, do antigo proprietário da marca, David Hunt,… De todo mundo. Claro, não é a antiga. Nem deveria ser, já que aquela naufragou de forma lamentável, com um fim deprimente. Esta é uma nova Lotus, abrindo, de forma pioneira, um novo mercado para a Fórmula 1 que virava as costas para a F-1 e hoje até se interessa um pouquinho pelo esporte graças a sua equipe -mesmo sediando um GP que tem arquibancadas às moscas nestes últimos anos e até mesmo um piloto que não deixou saudades (Alex Yoong).

A birra dos saudosistas? Só posso ver como preconceito. Seja contra os asiáticos, seja contra os malaios, seja contra quem for. E… Ah, sim. Parabéns à Lotus pela marca de 500 GPs completada neste final de semana. Que sejam os primeiros 500 de muitos. E que volte a ser grande. É a torcida deste blog. Contra a antipatia geral.

Anúncios

3 Comentários

Deixe um comentário
  1. Ron Groo / jun 29 2010 6:00 pm

    Não é preconceito.
    É como se o Guarani de Sete Quedas/BA comprasse o nome Flamengo/RJ e alardeasse ser campeão dom mundo.

    Esta Lótus ai tem 9 gps e não quinhentos.

    • mkohara / jun 30 2010 4:32 pm

      Então porque não se fala na nova Renault, comprada por um fundo luxemburguês e com um piloto pagante russo? É a mesma coisa que a Lotus…

Trackbacks

  1. Lotus vs. Lotus « Col de Turini

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: