Pular para o conteúdo
08/07/2010 / Marcio Kohara

Preview – GP da Grã Bretanha

Domingo é dia de… Final de Copa do Mundo? Também. Afinal Espanha e Holanda se enfrentarão no gramado do Soccer City em Johanesburgo -30 dias depois da partida de abertura do evento- para saber qual será o oitavo país campeão mundial de futebol. Mas um tanto longe dali, motivo de nós estarmos por aqui, será o dia que a Fórmula 1 se reencontra com o palco de sua primeira etapa do Campeonato Mundial, há 60 anos atrás. Teremos o Grande Prêmio da Grã Bretanha, 10ª etapa da temporada 2010.

Diferente do que acontece com o futebol, no automobilismo -como em quase todas as modalidades esportivas- o Reino Unido é representado de forma unificada. Portanto, o GP deve ser nomeado como tal. Pode até não fazer muita diferença, afinal as etapas bretãs da Fórmula 1 e da MotoGP são em Silverstone e a do WTCC é em Brands Hatch, todos na Inglaterra. Mas a etapa bretã do WRC é disputada nas cercanias de Cardiff, no País de Gales. E se todos fazemos questão de falar que pilotos como Jim Clark e Jackie Stewart são escoceses, para a FIA eles são compatriotas de Lewis Hamilton e Jenson Button… Claro, é uma tecnicidade, mas é o correto, então assim que será tratado por aqui (por isso temos a Union Jack ali no começo do texto e não a bandeira com a cruz de São Jorge).

A cidade. A cidade?

Bem, Silverstone é um vilarejo de quatro mil habitantes que fica a cerca de 120kms ao norte de Londres. E, como uma cidade pacata do interior, tem pouco ou nada para se fazer por lá. Antigamente, o vilarejo sobrevivia em função da produção de lenha. Nos esforços da 2ª Guerra, um terreno no meio do nada foi transformado em uma base aérea da RAF (as pistas de pouso principais seguem no meio do traçado e podem ser observadas na foto). Depois do fim da guerra, foi abandonada e adaptada, se recebendo uma corrida em 1947 -organizada por um grupo de amigos. sediando a primeira etapa do Mundial poucos anos depois.

Desde então, Silverstone se firmou como a principal sede do automobilismo bretão. Pelas facilidades de logística que a pista apresenta e pelo desenvolvimento do esporte no país, também virou a casa de seis das 12 equipes da F-1. Todas elas tem sede nas proximidades da pista, isso sem contar as diversas equipes de outras categorias que também se concentram na região. Assim, a indústria do esporte a motor virou uma importante fonte de divisas para a região.

A curiosidade: A pista, geograficamente falando, fica dividida entre os territórios de dois condados: Northamptonshire (onde fica a vila de Silverstone) e Buckinghamshire.

A pista:

Silverstone ainda fica no mesmo lugar, mas com o passar dos anos tem sido modificada para atender melhor as categorias que por lá sediam as corridas. Se até a década de 1990 a pista havia sofrido poucas modificações do traçado que recebeu a primeira prova do Mundial, desde então a pista tem recebido diversas reformas – para aumentar a segurança ou simplesmente atender os caprichos de Bernie Ecclestone. Assim, mais uma reforma foi feita para este ano.

O traçado tem mudanças desde a Club, que ficou mais fechada. Depois da reta oposta, o sentido da antiga chicane Abbey foi invertido, transformando-na numa curva de altíssima velocidade. Depois, há uma sequencia de curvas lentas chamada Arena. Antes de voltar para o traçado antigo, na Brookesfield, passa-se pela reta interna que fazia parte do antigo traçado National. O problema é que o asfalto do novo trecho acabou ficando ondulado, em virtude das obras aceleradas…

De resto, segue o mesmo traçado, velocíssimo, mas sem grandes pontos de ultrapassagem, com mais mudanças prometidas para o ano que vem -quando um novo Paddock será construído na atual reta entre as curvas Club e Abbey.

Olhando para cima…

A previsão é promissora para os pilotos, equipes, profissionais e torcedores que comparecerão ao circuito inglês. Previsão de tempo bom para o final de semana todo. Na sexta e no sábado, tempo bom, máxima de cerca de 25º C. No domingo, temperaturas um pouco mais amenas, mas nada que comprometa o final de semana. Máxima de 22ºC.

Favorito?

Mclaren. Lewis Hamilton.

Ficha técnica:

Nome oficial: Silverstone Circuit
Comprimento da volta:  5.901km
Curvas 18 (Direita: 10, Esquerda: 8 )
Recorde oficial: 1m18s739 (Michael Schumacher, 2004, Ferrari)
Número de voltas:  52
Distância:  306.747km

Localização: Northamptonshire e Buckinghamshire, Inglaterra
Dono: British Racing Drivers’ Club
Aberto em: 1948

Agenda

Treinos livres (sexta, 09/07)
Sessão 1: entre 06h e 07h30
Sessão 2: entre 10h e 11h30
(sábado, 10/07)
Sessão 3: entre 06h e 07h

Classificação (sábado, 10/07)
Começa às 09h

Corrida (domingo, 11/07)
Largada às 09h

(treinos livres passam ao vivo no Sportv2. Classificação e corrida, ao vivo na TV Globo. Horários de Brasília)

Imagens: Wikipedia, Google maps

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: