Pular para o conteúdo
13/07/2010 / Marcio Kohara

Historinha mal contada (ainda o caso Bruno)

A história segue… Mostra um pouco do modus operandi de Collin Kolles e que o Col de Turini não tinha abordado no post do caso Bruno (que… Bom, o amigo sabe que não é o goleiro do Flamengo).

Eis que o dentista disse, em sua versão para a substituição de Senna por Sakon Yamamoto numa entrevista divulgada hoje pela imprensa alemã -numa versão que o Reginaldo Leme também disse na transmissão do GP pela Globo- que o brasileiro enviou um email falando mal do carro para um grupo de amigos e incluiu Kolles na listagem. Como punição pela “falta disciplinar”, Senna foi “escanteiado” e Sakon foi chamado às pressas para o seu lugar.

Pois bem. É de se estranhar que um cara inteligente como um piloto de F-1 (qualquer um que seja) vá falar mal do chefe ou do carro e não tome o cuidado de verificar se o chefe não foi colocado na listagem. Isso sem contar que o carro é sabidamente ruim, não precisaria de Bruno dizer isso via email -já que ele fala isso abertamente para a imprensa e deve ter informado o sr. Kolles disso. Segundo, que não é de hoje que se sabe que a equipe vai mal das pernas e que corre o risco de não acabar o ano nas pistas. Terceiro, que o sr. Jose Ramon Carabante, dono da equipe e de um grupo de empresas, enfrenta problemas na justiça espanhola por problemas relacionados à venda de algumas empresas, dificultando os seus investimentos -incluindo aí a equipe. E quarto que…

Bom, Bruno é o único na equipe que não faz parte da máfia de Kolles. O dentista foi obrigado a engolir o brasileiro na montagem de sua equipe, já que ele tinha contrato assinado com a antiga Campos e poderia entrar na justiça -com total razão- caso não tivesse vaga assegurada na sucessora da equipe com que assinou contrato. Chandhok, Sakon e Klien assinaram contrato depois que Kolles assumiu a equipe -sendo que o japonês já havia substituido o holandês Cristjan Albers na Spyker (hoje Force India) na gestão do romeno/alemão. Vijay Mallya mandou Kolles e Mike Gascoyne embora porque os dois não se davam e atrasavam a equipe. Os resultados alcançados pelos indianos desde então -desde o início da temporada passada- mostram que ambos eram prejudiciais à equipe.

Claro. Não é o caso de dizer que Bruno seja inteiramente inocente nesta história, já que ainda não temos toda a história para podermos tirar a prova. Mas que ela está mal contada com os fatos divulgados até agora, isso está.

One Comment

Deixe um comentário
  1. Ron Groo / jul 14 2010 4:01 pm

    Bem… E cara puniu o BS, mas… Quem saiu perdendo foi a equipe…
    BS, pelo menos, ganhou um domingo de sol na ilha…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: