Skip to content
24/11/2010 / Marcio Kohara

Um ‘até breve’ de Sordo

Pelo menos por algum tempo, a última aparição pública de Dani Sordo com um carro da Citroen foi no final de semana passado, na disputa do tradicional Rali de Monza, disputado no parque nacional de mesmo nome -e, sim, utilizando pedaços do traçado da lendária pista.

Algumas coisas mudaram desde a última atualização que fizemos do mercado de pilotos da categoria. Esta é uma delas. O fato é que a Citroen não renovou nem renovará o contrato com o espanhol, sucessor e pupilo do lendário Carlos ‘el Matador’ Sainz. Especialista em asfalto, Sordo passou as últimas cinco temporadas como segundo piloto da equipe principal da montadora francesa e teve como companheiro de equipe ninguém mais, ninguém menos do que Sebastien Loeb.

Porém, se esperava uma curva de aprendizado e desenvolvimento mais acentuada do espanhol. E o quinto lugar na última temporada foi bem decepcionante para aqueles que viam nos terceiros lugares conquistados pelo espanhol nas temporadas 2008 e 2009. Isso sem contar dois fatos que complicaram a situação do espanhol dentro da Citroen. Primeiro, o fato de ter aparecido outro francês no guarda-chuva Citroen lhe roubando a cena -no caso, Sebastien Ogier. Mas também pesa na decisão de dispensar o espanhol a aparente redução de orçamento para a próxima temporada provocada pela diminuição dos aportes da Red Bull, que teria decidido concentrar esforços em sua equipe na Fórmula 1.

O fato é que se diz que Sordo negocia com Ford e Mini para a próxima temporada. Na Ford, segundo o espanhol AS, caso consiga aportes maiores de seus patrocinadores pessoais -leia-se Banco Santander- pode conseguir uma vaga em um dos dez Fiestas M-Sport que a montadora norte-americana pretende disponibilizar para a próxima temporada. Seria uma boa solução para a Blue Oval, que não tem um especialista em asfalto em seu rol de pilotos. Já a Mini seria uma aposta para o futuro, já estando ligado a uma equipe oficial com a experiência da Prodrive por trás. Não seria má ideia também para os ingleses, que no momento estão acertados com Kris Meeke, que, apesar de parecer talentoso, não tem experiência no WRC ainda.

Até o momento, Dani Sordo é um free-agent que deve arranjar uma vaga num futuro próximo. Da mesma forma que Petter Solberg e, porque não, Kimi Raikkonen. Estes serão os protagonistas de uma dança das cadeiras que ainda está cheia de vagas abertas no WRC. E pensar que estamos a pouco menos de 90 dias da abertura do campeonato…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: