Pular para o conteúdo
22/12/2010 / Marcio Kohara

Lotus vs. Lotus – Capítulo IV – Tudo certo e nada resolvido

No capítulo anterior de Lotus vs Lotus, vimos que as duas Lotus estariam representadas no grid em 2011. Seja a Lotus Cars de Danny Bahar, via compra da equipe que se chamará Renault até a próxima temporada, seja o Team Lotus de Tony Fernandes, que segue se chamando Lotus porque, apesar de ter perdido a licença que vinha da Lotus Cars -e por isso tinha como nome oficial Lotus Racing neste ano de 2010-, negociou com David Hunt e a família Chapman os direitos do nome Team Lotus -que era a razão social da equipe de F-1 gerida por Colin Chapman e existiu até 1994.

Podemos começar este capítulo com uma declaração. Aliás, a semana passada viu uma guerra de declarações entre os dois lados deste contencioso. Eric Boullier -homem forte da Renault-, inclusive, chegou a acusar Tony Fernandes e sua patota de enganar os torcedores. Mas não é esta a declaração que gostaria de destacar. Dany Bahar explicou porque não apoiaria mais o projeto de Tony Fernandes, preferindo apoiar uma equipe melhor estruturada. “Leva muito tempo para construir uma equipe do zero”. De fato demora, mas a Proton parecia ciente desta realidade. Tony Fernandes declarou que recebeu licença de cinco anos de uso da marca dada pela própria Proton para estruturar e fazer crescer uma equipe que honrasse o nome da marca.

O tempo não seria um quesito tão importante se não fosse um detalhe. Bahar colocou a Lotus numa espiral maluca de investimentos. O turco disse acreditar que o melhor caminho para divulgar a marca é justamente a ampliação das fronteiras de investimentos publicitários em automobilismo e, da mesma forma que deu certo na Red Bull em seu projeto de entrada na Fórmula 1, poderia dar ainda mais certo numa empresa com toda a história da Lotus, que teria condições de virar uma Ferrari inglesa (apesar de malaia). Claro que poderia, o problema é que há a necessidade de investimentos na casa de US$ 700 milhões… E, claro, numa época em que dinheiro não sobra, é evidente que não dará certo no longo prazo. E, por isso mesmo, parece que a Lotus Cars não tem cinco anos neste ritmo (especialistas dizem que não aguenta dois). É para se pensar se a briga entre as duas partes não tem a ver com este prazo exíguo [de existência] também… Para se pensar também o fato de que a Red Bull, depois de alguns anos vivendo numa espiral de investimentos no automobilismo -a tal estratégia de Bahar que deu certo-, também resolveu deixar algumas categorias de lado -como o WRC, que não deve ter mais o indefectível logo rubrotaurino estampado na equipe Citroen.

Por outro lado, há uma briga histórica entre Hunt e a Lotus/Proton pelo reconhecimento da existência da separação histórica entre as razões sociais da Lotus Cars (que faz carros) e do Team Lotus (que é a equipe de Fórmula 1). A Proton -historicamente, diga-se de passagem- não reconhece a existência desta separação e faz de tudo para confundir a opinião pública sobre a realidade dos fatos. Tony Fernandes ter costurado um acordo com Hunt parece ter deixado o pessoal da Proton ainda menos satisfeito com o negócio feito.

Com tudo isso, parece que temos a consolidação dos dois lados. Tanto o da Lotus Renault GP, que, pelo menos por aqui ainda a chamaremos de Renault -porque, afinal, é o que aparece como construtora na lista da FIA (agradecimentos à Globo pela invensção desta desculpinha barata)-, quanto o do Team Lotus Renault, que chamaremos por aqui de Lotus. Aliás, nesta semana tivemos novidades nos dois lados. De um lado, a Lotus confirmando a mudança de razão social, adotando o logo histórico da Lotus em seu novo website e na fachada de sua fábrica. Do outro, a Renault confirmou que seguirá mesmo com Vitaly Petrov como companheiro de equipe de Robert Kubica.

No mais, parece que a situação fica assim até um futuro próximo. Com tudo certo e nada resolvido… A briga promete novos capítulos? Espero que não num futuro próximo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: