Skip to content
08/03/2011 / Marcio Kohara

Homenagem ao Dia Internacional da Mulher

Uma pequena homenagem ao Dia Internacional da Mulher. O automobilismo é um dos campos mais machistas do mundo, com poucas representantes do sexo feminino cumprindo funções de destaque. Uma das pioneiras foi Michelle Mouton, a primeira a vencer uma etapa de um campeonato mundial da FIA e que quase conquistou o título de 1982. Aqui, republico um texto que postei sobre a francesa no PodiumGP quando ela assumiu a Comissão de Ralis da FIA, há pouco mais de 45 dias.

————————————-

Uma dama na direção do WRC

Um assunto que passou batido por aqui foi a nomeação de Michele Mouton, no começo do mês, para o cargo de gerente do Campeonato Mundial de Rali. A grande dama do automobilismo volta a ser figura importante no campeonato que lhe deu notoriedade depois de 25 anos afastada do Mundial. Vale lembrar a importância dela nas pistas e a importância do cargo que ela assume.

A francesa é a mais bem sucedida piloto mulher do automobilismo mundial, tendo sido a primeira a alcançar uma vitória num evento de alto nível do automobilismo mundial ao vencer o Rali San Remo de 1981. No ano seguinte, venceu três etapas do mundial (Portugal, Brasil e Acrópolis) e chegou ao vice-campeonato, perdendo o título para Walter Rohrl -apesar de sofrer com a falta de contabilidade de seu Audi Quattro.

Nas pistas, ainda, Mouton conquistou o bi-campeonato da tradicional subida de montanha de Pikes Peak nos anos de 1984 e 85. Com o fim do Grupo B, em 1986, Mouton abandonou as competições, mas não se desligou totalmente do automobilismo. Fez parte da organização do Race of Champions -criado em memória de Henri Toivonen em 1988- até o último ano. Ano passado, foi nomeada Presidente da Comissão de Mulheres no Automobilismo, criada pela FIA para promover a participação feminina no esporte.

Como gerente do WRC, a francesa assume um cargo que é nevralgico para os rumos a serem tomados pelo campeonato no futuro e que se reporta diretamente ao Presidente da FIA, o ex-navegador Jean Todt. Ela liderará um grupo de trabalho que será responsável pela coordenação de todos os aspectos do campeonato, incluindo aspectos de segurança, regulamentos e calendário. Além disso, será a representante oficial da FIA nas etapas do Mundial e deve trabalhar em conjunto com os fabricantes, promotores e organizadores de eventos.

Mouton substitui o inglês Charles Reynolds que é um representante da promotora comercial do WRC, a North One Sport. A substituição de um representante de parceiro comercial por um ícone das pistas mostra uma FIA mais preocupada com os aspectos esportivos no rali. Se não será uma revolução, pelo menos mostra uma mudança de prioridades.

Por todos os fatores apresentados, esta é uma mudança bem vinda. E, se levado em conta o ótimo trabalho executado por Mouton no comando dos destinos do Race of Champions, um sucesso há mais de 20 anos, o WRC não poderia estar em melhores mãos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: