Pular para o conteúdo
25/03/2011 / Marcio Kohara

Mistura sua laia / ou foge da raia…

…Sai da tocaia / Pula na baia / Agora… Nós vamos invadir sua praia! (Roger, Ultraje a Rigor)

Como o amigo leitor tem acompanhado aqui no Col nesta semana, quem pretende invadir a praia do Rali mundial é Daniel Oliveira. E o Rali de Portugal é a primeira parada desta empreitada do baiano de Salvador. Mas o que nós, enquanto torcedores, podemos esperar dele e da Mini nesta estreia?

Por enquanto, pouca coisa. Paciência é a palavra. Além de Daniel ser um piloto de equipe semi-oficial (o que significa que o pessoal da Prodrive está de olho no que o Daniel estiver fazendo), pouco de positivo haverá neste primeiro momento.

Em primeiro lugar, o projeto da Mini ainda está em desenvolvimento, tanto que ainda não está nem em seu formato final, já que está com o para-choque dianteiro e a asa traseira da versão Super 2000 -que será comercializada para os campeonatos nacionais. E mesmo em sua mecânica, o Countryman receberá aprimoramentos para se tornar cada vez mais competitivo.

Mas o que pega neste momento de desenvolvimento é a questão da confiabilidade do Mini Countryman John Cooper Works. Por exemplo, Armindo Araújo, o português que também participa do rali com um Mini, teve problemas elétricos em seu carro no teste da segunda feira e sofreu algum atraso na programação. Ainda na manhã desta sexta, o carro de Daniel apresentou problemas no eixo-cardã. Apesar da Prodrive ser uma das grandes preparadoras do rali mundial e ter uma experiência absurda na preparação destes carros, um novo projeto costuma percorrer um longo caminho até ficar totalmente confiável..

Daniel, por sua vez, precisa acumular quilometragem. Afinal, é um novato absoluto no mundo do rali internacional, apenas tendo participado da temporada do International Rally Challenge em 2010 (antes competia na América do Sul, tanto no campeonato nacional, quanto no Codasur). E no rali não basta o piloto ter talento. Ele precisa ter total confiança no navegador e no equipamento, e ambos precisam de notas absolutamente confiáveis para seguir. E tudo isso só aparece com o tempo e com a experiência. Por isso, Daniel precisa acumular o máximo de quilometragem que puder -e por isso que ele disputará mais provas do que a própria equipe oficial. Oliveira disputará dez etapas -participa do resto da temporada com exceção de Jordânia, a próxima etapa.

Exatamente por esta falta de experiência nas etapas do mundial, não dá para esperar de Daniel resultados muito expressivos neste momento. É um projeto de longo prazo. E, da mesma forma que Ken Block e Kimi Raikkonen tem feito desde a última temporada. Claro que ele pode arrancar um ponto de forma esporádica num rali extremamente atribulado, mas, no geral, este será um longo ano de aprendizado para Daniel.

Comparar com Armindo Araújo, neste momento, é um tanto injusto, já que o português tem boa experiência nos ralis do Mundial -é bi-campeão da categoria Production, o PWRC. Ou seja, conhece as etapas e tem notas já estabelecidas -só precisando adaptar ao novo status que ele chega agora. Em uns dois anos, pode ser que a situação mude, mas, por enquanto, não dá para dizer muita coisa.

Evidente, estamos no Brasil, o que pode significar que muita gente vai falar que o sujeito está ‘envergonhando o esporte brasileiro’ ao estar usando o pavilhão nacional e não obtendo resultados. Afinal de contas, estamos no país em que muito ‘especialista de padaria’ dizia que Gustavo Kuerten era um tenista ridículo porque ‘perdia toda semana’ (sem ter a mínima noção do que é o tênis, em que apenas um ganha e todos os outros perdem, semana após semana). E tem muito especialista que reclama do técnico do seu time porque ‘ele é retranqueiro’ ou dirigiente que demite técnico porque ele ‘não tem DNA ofensivo’. O fato é que, sem nenhum apoio local -patrocínio, mídia e torcida-, o cara está lá, contra tudo e contra todos. É um motivo para ter os nossos pensamentos positivos para ele. É o que o Col faz neste momento.

Originalmente publicado no PodiumGP

One Comment

Deixe um comentário
  1. marcos / mar 25 2011 8:59 pm

    interessante, a iniciativa od cara merece todos os méritos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: