Skip to content
14/04/2011 / Marcio Kohara

Regras idiotas? Mas são regras

Uma passagem do domingo que acabou passando em branco aqui no Col foi a punição a Fernando Alonso e Lewis Hamilton no final do GP malaio. Ambos acabaram punidos -20 segundos acrescidos ao tempo final da corrida- por ‘excessos’ na disputa pelo terceiro lugar, nas voltas finais do GP. Nenhum dos dois reclamou muito, dizendo compreender a situação. Até Alonso, um notório chorão, não reclamou muito -com a ressalva de que não o fez porque não perdeu posições.

Ok. Acho que existem duas considerações a fazer. Primeiro, que regras são regras. Claro, ultrapassagens são manobras relativamente arriscadas, com um piloto atacando -tentando tomar a posição do adversário- e o outro defendendo -tentando evitar a perda da posição. Mas se está na regra que um não pode atacar provocando acidentes e o outro não pode defender mudando de direção duas ou mais vezes, a regra deve ser cumprida.

A segunda é sobre a reação geral sobre o assunto. ‘A regra é idiota’. ‘os pilotos poderiam se defender melhor, na briga injusta que é um carro com o DRS e o outro não’. ‘acidentes acontecem em tentativas de ultrapassagem’. Claro, são argumentos válidos. Mas se o contrário acontecesse, certeza que ia aparecer a ‘turma do amendoim’ e ia reclamar que nada foi feito. Para esta casta da sociedade, uma sugestão da solução que certamente seria sugerida pelo cantor Serguei. Vão transar.

Sobre estes argumentos, digo a ideia é facilitar as ultrapassagens e não o contrário. Claro que arriscar de forma insana e destruir o adversário que se defende dentro dos limites éticos também não é justo, mas a ideia de se promover as manobras, de alguma forma, parece lógica. Por isso, acredito que a atitude da direção foi justa. Talvez um pouco dura demais com Alonso, que, de alguma forma, acabou sendo punido dentro da pista pelo erro de calculo na manobra (já que foi obrigado a fazer um pit a mais para reparo), mas como este também trocou pneus e melhorou bastante o seu desempenho depois do acidente, não é nenhum absurdo que tenha sofrido a punição também. No mais, vida que segue.

Anúncios

One Comment

Deixe um comentário
  1. Ron Groo / abr 14 2011 3:09 pm

    Concordo que são regras e portanto devam ser respeitadas, mas poxa… Já não chega a covardia da asa que turbina o de trás enquanto o da frente não pode sequer barrar a passagem?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: